A maioria de nós acredita que nadar é uma habilidade inerente aos cães, ou seja, que eles já nascem sabendo como lidar com a água. No entanto, a realidade não é bem assim e muitas vezes, precisamos saber como ensinar o cachorro a nadar. Isso acontece porque muitos deles apenas sabem o básico e ainda assim, acidentes são comuns.

É isso mesmo: não é incomum nos depararmos com algum cãozinho que, infelizmente, se afoga. Por isso, é fundamental ensiná-lo a nadar de maneira progressiva para evitar acidentes e fazer com que o seu melhor amigo desfrute das águas com segurança e muita alegria.

Gostaria de saber mais sobre esse assunto? Então, continue a leitura e descubra os motivos pelos quais ensinar seu cãozinho a nadar pode ser uma ótima ideia, além de conferir um passo a passo completo para garantir que ele aprenda essa habilidade de maneira segura e divertida. Vamos lá?

Todos os cães sabem nadar?

Como mencionado no início de nossa conversa, nem todos os cães sabem nadar. Embora essa habilidade seja muito natural para algumas raças, como o labrador e o golden retriever, outros pets caninos apresentam algumas dificuldades para tal.

Isso acontece por conta das próprias estruturas físicas desses animais, que têm pernas muito curtas ou um sistema respiratório mais debilitado. Isso, é claro, não significa que eles não possam aprender a nadar, mas que isso deve ser feito com muita cautela e com toda a segurança possível. Essas raças incluem:

  • dachshund;
  • shih tzu;
  • pequinês;
  • buldogues;
  • pug;
  • boxer;
  • basset;
  • chow chow;
  • bull terrier;
  • pitbull.

Outra dica é fazer com que os animais que naturalmente são bons nadadores também passem pelo processo de familiarização com a água com a supervisão de seus tutores. Todo o cuidado é pouco!

Por que ensinar meu cachorro a nadar é uma boa ideia?

Agora que você sabe quais são as raças com maiores dificuldades para aprender a nadar, que tal conferir os benefícios dessa prática? Assim, você ficará por dentro de todas as vantagens e verá como vale a pena insistir nessa atividade.

Ajuda a manter o peso sempre saudável

A obesidade é um problema de saúde enfrentado por muitos cães. Essa situação pode levar a uma grande variedade de outras doenças, como problemas articulares e cardíacos. A natação é, portanto, uma excelente ferramenta para manter o peso saudável enquanto o cãozinho se diverte.

Fortalece os músculos e articulações

Exercícios realizados na água são excelentes maneiras de fortalecer e proteger os músculos e articulações, com risco bastante reduzido de lesões e ferimentos. Isso ocorre porque essa é uma atividade de baixo impacto, graças à baixa resistência da água.

Previne uma série de doenças

Os exercícios físicos são fundamentais para garantir a saúde de nossos pets. Atividades frequentes previnem não só a obesidade, como outros problemas, que incluem a diabetes, problemas ósseos, cardíacos e até mesmo o estresse e a depressão.

É extremamente divertido

De certo modo, os cachorros são eternas crianças. Mesmo os que já não são mais filhotes continuam sendo eternos brincalhões e se divertir é fundamental para essas criaturas. Há diversas brincadeiras que podem ser feitas na água, enquanto eles se exercitam e desfrutam de todos os benefícios dessa prática.

Deixa o cãozinho mais tranquilo

Algumas raças de cachorro são conhecidas por serem um tanto quanto energéticas. Por isso, gastar essa energia é fundamental para que eles fiquem mais tranquilos e possam reduzir a destruição aos móveis, por exemplo. A natação é também muito eficaz para bichinhos depressivos e ansiosos.

Evita acidentes desnecessários

Como mencionado, alguns acidentes podem acontecer com cães, especialmente aqueles que vivem em regiões com lagos ou em casas com piscinas. Por isso, ensiná-los a nadar previne esse tipo de situação e faz com que o dia a dia desses pets seja muito mais seguro em seus ambientes.

Como ensinar o cachorro a nadar de maneira segura?

Chegou a hora de conversarmos sobre os passos essenciais da hora de ensinar o cachorro a nadar. A seguir, você verá dicas importantes para garantir que isso seja feito com toda a segurança necessária para todos os envolvidos.

Escolha o lugar ideal

A escolha do lugar é o primeiro passo para as aulas de natação. Ele deve ser um ambiente tranquilo, sem muitas interferências externas e de preferência conhecido pelo seu pet. Além disso, busque águas rasas e com pouca movimentação natural.

Acostume ele com a água

Lembre-se: a palavra-chave é tranquilidade. Portanto, nada de colocar o seu cãozinho de uma vez na água. Entre primeiro e mostre a ele que está tudo bem. Deixe ele chegar perto e aos poucos incentive que ele se junte a você.

Utilize brinquedos e objetos familiares

Uma opção bacana é estar preparado e levar objetos ou brinquedinhos que sejam familiares para o seu pet. Eles podem ser colocados na água, primeiramente próximo à margem e depois cada vez mais afastado.

Ofereça recompensas

As recompensas funcionam super bem com os cachorros e devem ser utilizadas também nesse contexto. Ofereça pequenos petiscos e seja encorajador sempre que ele conquistar um novo feito, como nadar corretamente ou até mesmo entrar ou sair da água da maneira correta.

Respeite o tempo do cãozinho

Nada de forçar a barra, certo? O medo em uma situação nova é completamente natural e pode ser que o processo leve muitos e muitos dias. Respeite o tempo de seu amigo e deixe que ele dite a velocidade em que dará os próprios passos.

Esteja sempre por perto

É fundamental estar sempre presente durante as aulas de natação de seu cão. Não o deixe sem supervisão e sempre que possível, o auxilie nos movimentos, segurando-o enquanto ele nada. Essa proximidade fará com que ele se sinta mais confiante e evitará acidentes.

E aí, aprendeu como ensinar o cachorro a nadar? Agora que você já conhece os principais benefícios dessa prática e sabe como ensiná-lo com segurança, o que você está esperando? Comece o quanto antes as aulas com seu melhor amigo e garanta muita diversão para vocês dois!

Gostou deste artigo? Gostaria de continuar recebendo todas as nossas dicas e novidades sobre o mundo pet? Para isso, basta curtir a nossa página no Facebook! Por lá, sempre postamos as melhores informações sobre os animais de estimação e os cuidados com a saúde de nossos amigos de quatro patas!