Diga sim para eles, também!

Independentemente de ser luxuosa ou simples, na fazenda ou na praia, a festa de casamento é um momento em que os noivos querem por perto aqueles que mais amam: a família, os amigos de infância, os amigos do trabalho. Acontece que, está cada vez mais normal os pets fazerem parte do rol de convidados. Na verdade, eles acabam sendo os primeiros da lista, seja pelo companheirismo do dia a dia, pela partilha de momentos tristes e alegres e pelo amor incontestável que um sente pelo outro. Por isso, a ausência deles nesse dia tão especial, faz da festa uma comemoração sem sentido.

Vale, assim, algumas dicas simples e importantes para que tudo corra bem com a presença do pet no dia do casamento.

Ninguém conhece melhor o seu pet do que você mesmo (a). Ele deve ser ou estar calmo e não pode facilmente se irritar com barulhos e se assustar com muita gente. Casamentos ao ar livre, além de serem mais agradáveis ao animal, são mais fáceis para que a presença dele seja permitida. Por isso, sempre pergunte e se programe para leva-lo à festa. Apesar de toda confiança que você deposite em seu bichinho de estimação, deixe-o sempre com uma pessoa encarregada pelo cuidado. No dia do evento, você estará nervoso (a), com mil preocupações, não conseguindo monitorá-lo. Passeios antes da festa são indicáveis para o pet extravasar suas energias e fazer as suas necessidades. Use de coleiras não é uma ideia dispensável para manter o conforto dos convidados e a segurança do animal.

Uma dica importante. Embora nós amemos peludos, existem pessoas que não gostam ou que sentem medo deles. Por isso, frisamos a importância de manter sempre alguém com seu pet durante a festa. Esse planejamento pode evitar transtornos e fazer com que seus planos para a festa sejam satisfatoriamente executados.

Pronto! Agora é só arrumar um traje bem especial e tirar fotos bem lindas!

Quem sabe vocês não têm uma daminha ou um pajem de quatro patas 😉