O frio já está aí, e é hora de os Pet Lovers tirarem os seus casacos do armário, mas não somente para si. Afinal, não se esqueça de que o seu amigo Pet também sofre com as temperaturas baixas e, já que está ficando frio para cachorro, é hora de adotar algumas medidas para deixá-lo bem quentinho.

Tenha em mente que os animais também ficam doentes por causa do frio, sentem muito desconforto e o seu bem-estar é afetado por causa disso. Embora já tenham sua própria pelagem, chega um momento em que isso não é o suficiente para protegê-los.

Então, preparamos este post para que você possa conferir algumas dicas de como deixar o seu cachorro bem aquecido. Tudo isso para que ele possa se manter saudável também durante o inverno e tenha mais qualidade de vida. Confira!

1. Mantenha a cama aquecida

Nos meses quentes, pode ser muito confortável para o seu amigo dormir diretamente no chão, para aliviar o calor. Mas, quando está frio para cachorro, o que ele quer mesmo é se deitar numa cama bem quentinha.

Por isso, o que você deve fazer por seu amigo é caprichar num cantinho confortável. O ideal é que a cama do Pet esteja forrada com cobertas ou tecidos que ajudem a manter o calor do seu corpo.

Se for possível, você pode, até mesmo, adotar uma cama específica para o inverno, que já seja fabricada com material mais quente para ajudar a preservar esse calor. Também prefira posicioná-la num local em que não haja corrente de vento, para que o animal fique mais protegido.

2. Adote as roupinhas

Especialmente para filhotes, animais idosos, que sofrem com problemas nos ossos e, ainda, aqueles com pelagem muito curta, as roupinhas são ideais durante os meses frios. Assim como para os seres humanos, elas ajudam a manter o calor do corpo evitando a troca com o ambiente.

Procure escolher uma roupa que seja fabricada num tecido confortável e que realmente seja eficaz para espantar o frio. Também escolha aquela que tem o tamanho ideal para o seu amigo e, de preferência, que seja fácil de vestir.

Procure evitar as peças com muitos detalhes ou que contenham algum elemento que possa machucar o animal. O importante é que a roupa seja eficaz, então, tente resistir à tentação de optar por aquela que só tenha beleza, pois não é disso que o seu animal precisa agora.

3. Tenha cuidado com a tosa

No calor, a tosa é essencial para reduzir o desconforto das altas temperaturas, mas, quando já está fazendo frio para cachorro, é importante que você tenha cuidado com elas, afinal, acabam tirando a proteção natural do seu amigo.

Isso não significa que você não deve cuidar do pelo, apenas que não é necessário fazer tosas radicais, como no verão. Encare como uma mudança de penteado para o inverno. Seu amigo precisará de uma cabeleira um pouco mais vasta para conseguir se proteger das temperaturas baixas.

Como o pelo estará mais longo, também pode ser necessário um pouco mais de atenção para mantê-lo bem penteado. E não se esqueça de que, nesse caso, ao dar banho, será preciso secar bem a pele do animal.

4. Fique atento à quantidade de alimento

As calorias ingeridas na alimentação ajudam a manter o corpo mais aquecido, porque são convertidas em energia. Então, pode ser necessário que você aumente um pouco a quantidade de comida oferecida para o seu Pet.

Outra medida interessante é adotar rações que tenham um percentual maior de proteínas e de energia. Isso para que o cachorro receba um reforço nutricional, o que ajudará a combater o frio e também reforçará sua saúde.

Se você quiser fazer as coisas do jeito certo, consulte o seu veterinário de confiança a fim de que ele possa instrui-lo sobre a melhor dieta para o seu amigo Pet durante o inverno.

5. Dê banhos do jeito certo

Não é porque está frio para cachorro que o seu amigo vai virar um cascãozinho. Ele também precisa de banhos, mas você deve estar atento para a forma e a frequência ideais. Isso para não causar desconfortos ao animal e nem abalos à sua saúde.

Quando as temperaturas estão mais baixas, os banhos podem ser dados a cada 15 dias. O recomendado é que isso seja feito nos períodos do dia em que a temperatura estiver mais alta. É essencial que a água esteja morna.

Depois do banho, seque muito bem a pele e o pelo do seu amigo, e evite que tudo isso seja feito em local aberto, para que ele não pegue friagem ou vento. E se o seu Pet usa roupa, espere que ele seque muito bem antes de vesti-la outra vez, para evitar a proliferação de fungos.

6. Aqueça o ambiente

Essa é uma opção bastante confortável tanto para o Pet Lover como para o animal. Quando o frio chegar, você pode também adotar os aquecedores ou regular o seu ar-condicionado para que o ambiente tenha uma temperatura mais agradável.

Mas não se esqueça de que o ideal é que isso seja feito quando não houver uma previsão de saídas externas. Afinal, o choque térmico pode causar complicações para sua saúde e também para a saúde do Pet.

Quando for preciso sair, procure fazer uma aclimatação de vocês dois, reduzindo a temperatura do ambiente gradativamente para que o corpo se acostume com o frio. Depois disso, basta se agasalhar muito bem — e também ao seu amigo  para aproveitar os passeios fora de casa.

7. Passeie nos horários mais quentes

E já que estamos falando em passeio, não se esqueça de que não é recomendado passear em áreas externas quando estiver frio para cachorro. Por isso, quando os meses de baixas temperaturas chegam, é hora de mudar um pouco a rotina dos passeios.

Nesse caso, prefira sair com o seu amigo nos períodos do dia em que estiver mais calor. Evite os passeios muito cedo ou à noite, para que ele não pegue serração, e não se exponha ao vento e às temperaturas muito baixas.

8. Brinque bastante

Agora, que está muito frio, também é um momento propício para as brincadeiras. Elas ajudarão o seu animal a se movimentar, acelerando o seu metabolismo. Com isso, ele vai espantar o frio e se sentirá bem mais confortável.

Aproveite os horários de sol para que o Pet brinque lá fora e, quando ele estiver dentro de casa, estimule sua atividade. Afinal, quanto mais tempo ele ficar deitado e sedentário, mais frio sentirá.

Portal Vermivet ensina outras formas de manter o bem-estar do seu Pet, tanto nos meses quentes como quando estiver frio para cachorro. Os cuidados continuam nessa época do ano, inclusive, com a dose de inverno do vermífugo. Cabe a você assegurar o bem-estar e a saúde do seu animal quando as temperaturas estiverem baixas.

Aproveite para curtir a nossa página no Facebook e acompanhar as nossas postagens para aprender outras formas de oferecer mais qualidade de vida para o seu Pet.