Morder, lamber e coçar e só se atentar!

Muitos donos de animais de estimação encaram os atos de se auto morder, lamber e coçar como práticas comuns do dia a dia. Realmente fatos cotidianos fazem com que os cães e gatos, por instintos naturais, reajam dessas formas, por exemplo, quando uma mosca passa e os perturba, quando encostam num lugar descômodo ou quando se higienizam. Acontece que, no momento em que se percebe uma compulsão por lamber, coçar e mastigar, a naturalidade deve ser esquecida, pois alguns fatores estão incomodando e prejudicando o conforto dos pets, alterando seu comportamento.

As alergias estão enquadradas como uma das causas. Algumas podem estar associadas ao tipo e hábito alimentar, medicação ou até mesmo dermatite – uma irritação na pele. A pele seca pode ocorrer pela interferência do clima, como o frio, bem como pela deficiência de ácido graxo no organismo dos pets, responsáveis por uma pelagem saudável. Desequilíbrios hormonais fazem aparecer manchas vermelhas e pequenas, que os levam a coçar e a lamber. Este fato pode acontecer pela falta de hormônio da tireoide ou com a eliminação do cortisol, que acarreta a infecção na pele. Pulgas, carrapatos, ácaros e vermes são a tortura dos pets. O desconforto pode gerar mordidas contínuas e fortes, podendo inclusive se ferirem. Falando em machucados, a dor pode ser um outro fator à prática desses atos. Por exemplo, se o cão estiver lambendo muito as patas, algum ferimento pode estar presente.

Ficar atento aos hábitos e gestos dos pets é essencial para que o donos detectem das compulsões. O médico veterinário deve ser colocado em primeiro plano para que seja feita uma análise e um acompanhamento do caso. Se o tratamento estiver na mudança alimentar, uma dieta específica será receitada ao pet. Por exemplo: uma alimentação com suplementos quando a carência for dos ácidos graxos. Se a ansiedade e o tédio forem as causas, é preciso deixar a rotina do pet mais divertida, aumentando os passeios e as brincadeiras. Parasitas ou vermes!? Cartelinha de vacinação e vermifugação sempre em dia. Não se esqueça de que a dose da primavera já chegou, e a Linha Vermivet pode ajudá-lo com os seus vermífugos direcionados a cada raça, posologia e idade do animal. Remédios e antibióticos podem ser indicados conforme a especificidade do fatores que os acometem e os levam a se morder, lamber e coçar. É só se atentar!