Muita calma nessa hora!

Com certeza você já se deparou com alguma situação de emergência com seu pet. Ele estava lá, correndo, pulando, fazendo arte e de repente…a brincadeira tem que parar! Corte, fratura, atropelamento, envenenamento e brigas com outros animais são acidentes que podem precisar de um atendimento prévio ao animal até a chegada ao médico veterinário, evitando, assim, sequelas mais graves. Saber um pouquinho dos primeiros socorros nessas situações pode salvar a vida do seu pet. Rapidez e certeza no atendimento.

Seja qual for o caso, procure manter a calma. O nervosismo pode fazer com que medidas simples sejam realizadas de forma errada. Apesar de simples, elas são muito importantes.

O transporte dos animais deve ser feito com muito cuidado. Envolvê-los num lençol ou colocá-los sobre qualquer superfície resistente ao seu peso, como a madeira ou um papelão resistente, é a medida ideal, principalmente quando diante de fraturas. Neste caso, quanto menos mobilidade melhor. Nunca tente colocar o ossinho no lugar. Para isso, existe um jeito certo e profissional. Em casos de hemorragia, provocada por atropelamento ou brigas com outros animais, por exemplo, pegue um pano limpo e pressione o lugar para estancar o sangramento. Envenenamentos precisam de uma análise especial, pois dependem da substância tóxica envolvida. Mas, se o contato com veneno for cutâneo ou pelos olhos, é importante lavar com água limpa corrente. Se o animal convulsionar, proteja-o sobre um colchão de espuma ou edredom para evitar que se traumatize.

Após todos esses cuidados, leve imediatamente o seu cão ou gatinho ao médico veterinário. Fique atento na recuperação do bichinho e siga todas as instruções do profissional.