Viajar com o cachorro de carro pode ser uma experiência muito prazerosa, tanto para o pet lover como para o próprio animal. Esses passeios poderão proporcionar momentos agradáveis, e também vão estreitar os vínculos entre os dois.

Entretanto, é importante saber que, ainda que sejam algo positivo, as viagens com o animal devem ser bem planejadas para que imprevistos ou problemas não acabem estragando o momento.

Se você também é um pet lover, continue lendo este artigo e confira algumas dicas que mostram quais são os cuidados necessários para que essa seja uma ótima experiência.

1. Habitue o cachorro com passeios de carro

Se você decidir viajar com o cachorro de carro, antes de pegar a estrada e fazer longos trajetos com o seu amigo, comece habituando-o a pequenos passeios. Para chegar até o parque, por exemplo, ao invés de ir a pé, em alguns dias, prefira usar o automóvel.

Aos poucos seu pet se acostumará com o ronco do motor, os movimentos do veículo e essa nova forma de se locomover. Ele não ficará ansioso nem estressado ao percorrer distâncias maiores, e terá mais confiança, aproveitando o passeio com você.

2. Leve os brinquedos preferidos dele

Os cachorros se sentem inseguros quando estão em ambientes estranhos, por isso, quando você for viajar com seu amigo, leve também os brinquedos preferidos dele. Assim, ele terá por perto algo que lembre a sua casa.

Os brinquedos, além de ajudarem a distrair e alegrar o animal, também vão minimizar o seu estresse e trazer mais segurança. Ele não se sentirá tão distante do seu espaço, e isso reduzirá a sua ansiedade.

3. Faça a mala do seu pet

Da mesma forma como você precisa pensar em tudo que vai precisar para si mesmo, quando for viajar com o cachorro de carro, deve lembrar-se de fazer a mala do seu amigo. Ainda que seja um passeio rápido, que dure apenas um dia, não se esqueça de levar os itens essenciais para ele.

Água, comida, guloseimas, tigelas, os já citados brinquedos, a caminha, uma guia e até mesmo medicamentos que ele possa precisar para que se sinta melhor, desde que tenham sido receitados pelo veterinário. Pense em tudo que será preciso para proporcionar conforto e bem-estar ao seu amigo.

4. Cuide da segurança

Como pet lover, certamente você não quer que nada de ruim aconteça com o seu animal, não é mesmo? Por isso, preocupe-se com a segurança dele dentro do carro. Da mesma forma que frenagens e acidentes podem machucar você, também causam lesões no cachorro.

Por isso, use o cinto de segurança, a caixa de transporte ou uma grade separadora. O item necessário varia conforme o tamanho do animal, então, procure se informar melhor sobre o que é ideal para o seu pet e fique de olho, também, na legislação de trânsito acerca do transporte de animais em automóveis.

5. Elabore um roteiro

Quando for viajar com o cachorro de carro, lembre-se de que ele não pode entrar em todos os lugares que os humanos frequentam, e nem todos os lugares têm algo de interessante para oferecer a ele. Por isso, procure traçar um roteiro que seja proveitoso para vocês dois.

Antes de cair na estrada, estude o local que será visitado e se informe sobre as atrações que seu pet também pode aproveitar. Além de lugares a céu aberto, pesquise sobre pontos turísticos que permitem a entrada de animais.

E não se esqueça de que ele precisa de cuidados com a saúde para ter bem-estar nas viagens. Além de fazer a vermifugação no tempo certo, veja outras dicas no Portal da Linha Vermivet e garanta qualidade de vida para o seu pet.

Para que viajar com o cachorro de carro seja bom para vocês dois é importante pensar em cada detalhe. Não se esqueça de que é fundamental estar ciente que problemas podem acontecer, pois, somente assim, você poderá tomar as medidas necessárias para evitá-los e aproveitar ao máximo horas agradáveis ao lado do seu melhor amigo.

Você já viajou de carro com seu cachorro? Deixe seu comentário e conte para a gente onde vocês foram, o que fez para aproveitar a viagem com ele e qual será o próximo destino!