Vermivet: Dose de Inverno

Se nesse inverno queremos que você tenha uma overdose de cuidados com o seu pet, a resposta é sim. A justificativa é muito simples. Nessa estação do ano, é natural que você, sua família e seu pet fiquem mais em casa, todos dividindo o mesmo ambiente e trocando calor e carinho.

É nesse contexto que, primeiramente, alertamos à vermifugação. Por todos esses motivos iniciamos, neste mês, a dose de inverno da Linha Vermivet. De maio a agosto, pedimos atenção à mais essa etapa de proteção, prevenindo seu pet das principais verminoses e você e sua família das principais zoonoses. Utilize nosso simulador para verificar qual o vermífugo ideal para o seu peludo e cadastre-se em nosso hotsite para receber um SMS quando o momento certo de vermifugar chegar. Estamos com você nesse cuidado simples, indispensável e cheio de amor!

Longe de serem vistas como exagero ou frescura, queremos listar outras medidas protetivas exclusivas para os cães e outras para os gatos. Vamos lá?

No inverno, os cães filhotes e idosos são os mais prejudicados. Estes por sofrerem com artrose e sentirem dores na coluna e nas articulações, além da pelagem não ser tão mais eficiente e a camada de gordura não tão espessa, e, aqueles por ainda não terem adquirido tanta resistência e fortalecido o seu sistema imunológico. Mas, independentemente da idade, não deixe o animal tomar chuva ou ficar exposto ao vento. Coloque roupas quentes, levando em consideração o tamanho da sua pelagem. Use caminhas com isolantes para evitar que o colchão fique em contato com o chão frio. Coloque cobertores para aquecê-lo. Mantenha as vacinas em dia, pois a imunidade pode diminuir nesse período. Evite aquecedores, pois eles ressecam o ambiente. Escolha a hora mais quente do dia para dar banho, usando água morna e secador. Proteja bem os ouvidos para evitar a otite canina. Em caso de pouca sujeira, opte pelo banho a seco (com gel ou lenço umedecido), prologando a duração do banho.

Os cuidados com os felinos são parecidos com os dos cães. Se as extremidades (patinhas e pontas da orelha) estiverem geladas é porque o gatinho está com muito frio. Como ajudá-lo? Veja. Estimule banho de sol. Mantenha a caminha com o edredom ou estrado embaixo para evitar a friagem que vem do chão. Opte pelas camas tipo “iglu”, pois o bichano gosta de se esconder. Coloque roupinha principalmente no de pelagem mais curta, e, por fim, mantenha as vacinas em dia, em especial a contra rinotraqueíte.

Você acha que paramos por aqui? Que nada! Entre em nossa FanPage Biovet Pet e acompanhe, diariamente, muito mais dicas e curiosidades.